Foto: Reprodução

Foto: Reprodução

Muitas mulheres vivenciam o prazer da descoberta logo nas primeiras semanas de gestação, outras, nem desconfiam que uma verdadeira  transformação está se preparando dentro delas. Muitos cuidados devem ser tomados,  tanto em termos físicos como emocionais.

Se você está tentando engravidar ou desconfia que o sonhado filhote já pode estar a caminho, confira os exames que deve fazer, entre numa dieta adequada e adote hábitos mais saudáveis. Confira algumas dicas para ter uma gestação tranquila e um bebê saudável.

1. Planeje o seu pré-natal: Um bom pré-natal é essencial para a saúde do bebê e escolher o obstetra ou ginecologista o quanto antes ajuda a construir um bom relacionamento até a hora do parto.

2. Mantenha uma alimentação saudável: Certas carências nutricionais da mãe podem comprometer o desenvolvimento do bebê. O ideal é ter uma dieta que inclua verduras, legumes e frutas, carboidratos (de preferência integrais), proteína — que pode vir do peixe, da carne, do frango, dos ovos, de castanhas ou sementes — e também leite e laticínios em geral.

3. Tome ácido fólico: O único suplemento que é considerado vital na gravidez é o ácido fólico, que ajuda evitar a ocorrência de DFTN (defeito no fechamento do tubo neural do bebê), que pode resultar em problemas graves, como a anencefalia e espinha bífida.

4. Faça atividade física regularmente: Um bom programa de exercícios vai lhe dar a força e a resistência necessárias para carregar o peso extra da gravidez e para aguentar o estresse físico do parto. Também contribui para que você entre em forma mais rápido depois que o bebê nascer.

5. Não tome remédios sem prescrição médica: Não tome nenhum tipo de remédio sem antes perguntar para o médico se pode. Se você costuma usar algum medicamento, pergunte na primeira consulta do pré-natal se vai poder continuar tomando.

6. Reduza o consumo de cafeína: O café, o chá e os refrigerantes à base de cola e guaraná são estimulantes. Algumas pesquisas indicam que o excesso de cafeína pode contribuir para o risco de o bebê nascer abaixo do peso.

7. Pare de fumar e/ou beber: Mulheres que fumam têm risco maior de aborto espontâneo, de parto prematuro e de ter um bebê neomorto. Não consuma bebidas alcoólicas regularmente. O álcool chega rapidamente ao bebê pela placenta, e a grande ingestão de álcool durante a gravidez está ligada a doenças da síndrome alcoólica fetal, que inclui desde dificuldades de aprendizagem até problemas congênitos graves.

8. Relaxe: O cansaço e o sono que você sente no primeiro e no terceiro trimestre da gravidez não são nada mais que seu corpo pedindo para você ir com calma. No melhor dos mundos, uma soneca todo dia depois do almoço seria perfeita. Se não dá, tente dar uma relaxadinha de meia hora, pôr os pés para cima, do jeito que conseguir.

Fonte: http://http://brasil.babycenter.com/a1500423/10-passos-para-uma-gravidez-saud%C3%A1vel


sidebar